10jan

Você já entendeu que ser uma empresa mais diversa e inclusiva é importante. Mas como começar? Descubra no blog!

Se você chegou até aqui, já deve ter entendido a importância de ser uma empresa mais diversa e inclusiva, afinal estamos falando de uma mudança que só traz pontos positivos e coloca a marca em posição de destaque.

Mas, como dar os primeiros passos? O que fazer para a equipe se sentir incluída? Como respeitar e valorizar a diversidade? Essas são dúvidas recorrentes e, por isso, separamos um passo a passo simplificado para começar. Confira!

Por que se tornar uma empresa mais diversa e inclusiva?

Nosso ponto de partida é entender que a sociedade em geral está mais exigente. As pautas sobre grupos que são sub-representados estão cada vez mais evidentes, como as questões de gênero, etnias, idade, classe social, deficiência e orientação sexual, por exemplo.

Se partirmos do princípio de que as empresas existem para servir à sociedade, fica fácil entender a necessidade de se atualizar e adaptar. Mas não é só isso: ser uma empresa mais diversa e inclusiva traz muitos benefícios também para os negócios.

Um ambiente acolhedor é mais propício à produtividade e criatividade, o que acaba impactando nos resultados da empresa. Além disso, aquelas que adotam ações inclusivas criam uma imagem positiva no mercado, atraindo investidores e clientes.

Como garantir diversidade e inclusão?

Ok, a diversidade no local de trabalho é importante, mas como começar? Fique calmo que preparamos um passo a passo simples para você. Veja!

Engajar a liderança

Só é possível ter sucesso nas ações voltadas para inclusão caso líderes e gestores tenham real engajamento com a causa. É preciso que acreditem no porquê estão investindo nisso para passar confiança para a equipe e lidar com a demanda com afinco.

Algumas empresas designam pessoas líderes em diversidade e inclusão, que trabalham exclusivamente para o tema. Talvez isso ainda não seja possível na sua empresa, mas formar uma comissão pode ser uma boa ideia para começar!

Repensar os processos seletivos

Como são feitas as contratações na sua empresa? Se realmente quiser ser uma empresa mais diversa e inclusiva, é necessário repensar o processo de entrada de pessoas, para que garantam uma equipe plural.

Também é importante pensar em uma política de equiparação salarial, garantindo que todas as pessoas que fazem funções iguais recebam o mesmo salário.

Ser uma empresa acessível

A acessibilidade deve ser tanto física, quanto institucional. Prepare sua equipe para lidar com pessoas diferentes de forma respeitosa e colaborativa. Palestras, cartilhas e workshops podem ajudar nesse sentido.

Por outro lado, garanta que o espaço físico e o virtual estão preparados para receber todas as pessoas. O ideal é que o escritório tenha rampas de acesso, espaço entre as mesas, banheiros acessíveis e dependências que acomodem todas as pessoas, porém o trabalho remoto quebrou várias destas barreiras físicas, possibilitando a inclusão de mais pessoas.

Desenvolver um plano estratégico 

Mais importante do que teoria é partir para a prática, certo? Pode ser que a sua equipe atual tenha dificuldade de implementar todas as mudanças propostas. Ou talvez vocês ainda sequer consigam identificar os pontos que devem ser melhorados.

A melhor forma de ser uma empresa mais diversa e inclusiva é desenvolvendo um plano de ação, que começará em um diagnóstico de como está a marca, passando pelas ações que serão necessárias desenvolver.

Nesse sentido, contar com pessoas e ferramentas qualificadas no tema diversidade é muito vantajoso. Na Diversidade Importa atuamos de ponta a ponta na missão de tornar as corporações mais diversas e justas.

Resumidamente, é necessário ter intencionalidade para tornar uma empresa mais diversa e inclusiva. É hora de fazer mais do que discursos. É hora de pensar em formas práticas de trazer a inclusão para o ambiente do trabalho, desde o momento da contratação até as lideranças.

Precisa de ajuda para a sua empresa? Agende um horário conosco. Será um prazer atender você!

4 Replies to “Os primeiros passos para tornar a empresa mais diversa e inclusiva”

  1. Chana Silberman 7 meses ago

    Muito bom…Parabéns!
    Intencionalidade e ação!

    1. Isso mesmo, Chana! Tirar as ideias do papel e partir para a prática! Obrigada pelo comentário!

  2. […] Essa postura inflexível inibe que a equipe participe e apresente pontos de vista alternativos — algo o que é essencial para construir uma empresa inclusiva. […]

    1. Exatamente!! Só há contribuição quando há flexibilidade e abertura para novas ideias! Obrigada pelo comentário!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *