15fev

5 filmes sobre diversidade e inclusão

Usar filmes e vídeos como uma ferramenta de aprendizagem é um recurso mais do que interessante! Além de ser um momento prazeroso, a imersão naquele mundo criado para contar uma história ajuda a vivenciar uma situação sem necessariamente precisar vivê-la de fato. E o que melhor do que esta “empatia induzida” para refletirmos Diversidade e Inclusão?

Usar filmes e vídeos como uma ferramenta de aprendizagem é um recurso mais do que interessante! Além de ser um momento prazeroso, a imersão naquele mundo criado para contar uma história ajuda a vivenciar uma situação sem necessariamente precisar vivê-la de fato.

E o que melhor do que esta “empatia induzida” para refletirmos Diversidade e Inclusão?

Escolhi 5 filmes que retratam o impacto que a exclusão causa em que é alvo dela:

1 – AmarElo – É tudo pra ontem

O documentário sobre o rapper Emicida foi gravado no Theatro Municipal de São Paulo, local que ele não escolheu aleatoriamente para contar sua trajetória. É parte do seu movimento ocupar com sua arte um espaço “elitizado” – explicando: historicamente tanto artistas quanto público majoritariamente branco frequentam o Municipal.

O documentário está disponível na Netflix.

2 – Erin Brockavich

Filme estrelado pela maravilhosa Julia Roberts e baseado na história real de Erin, uma mãe solteira que busca trabalho e praticamente obriga o dono do escritório de advocacia a contratá-la! Aparentemente, ela não atende nenhum requisito para a vaga, mas assume para si um caso quase impossível de uma comunidade afetada seriamente por uma grande empresa. Erin usa tudo que parecia desfavorável a ela como sua força para montar um caso inédito! Não vou contar o final, para não estragar a surpresa, mas vale a pena assistir!

O filme é de 2000, então passa em alguns canais fechados. Também está disponível para alugar no Youtube Filmes.

3 – O Confeiteiro (Título original: The Cakemaker)

O filme conta a história do alemão Thomas, que vive um relacionamento secreto com um israelense chamado Oren. A trama se desenrola quando Oren para de visitá-lo e então ele decide buscar informações e saber quem realmente ele é.

Só um aviso: este drama independente é israelense, portanto o roteiro foge da receita de bolo hollywoodiana!

Disponível no GloboPlay para assinantes Telecine.

4 – Paratodos

Documentário lançado nos Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, mostra a vida e os treinos de atletas brasileiros de natação, atletismo, canoagem e futebol. O esporte de alto rendimento exige superação de limites e de barreiras de atletas, seja ele deficiente ou não! Este é o pano de fundo para discutir sobre a inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, sem o viés da incapacidade, da infantilização ou do vitimismo.

Vou deixar o trailer inclusivo e o filme está disponível no Disney+.

5 – O Corte

Uma boa de humor ácido conta a história de um engenheiro que perde seu emprego depois de 15 anos trabalhando para a mesma empresa. Ele tenta se recolocar durante 2 anos, sem sucesso, até que tem uma ideia brilhante: eliminar a concorrência!

O filme francês faz uma crítica à globalização e ao capitalismo, mas também mostra a dificuldade de um homem se ver sem valor para o mercado de trabalho, além de sua família ser mantida pela esposa.

Disponível para assinantes no Now e no Looke.

Tem alguma indicação interessante? Deixe nos comentários!